Please reload

Posts Recentes

Os computadores vão substituir a voz humana?

26 Jul 2016

Navegando pela internet me deparei com a questão do avanço da tecnologia e o quanto ela vem reduzindo e até substituindo os seres humanos em suas tarefas cotidianas, profissionais ou não. Você já parou para pensar nisso em relação à nossa área de atuação? Eu resolvi pesquisar e linko aqui alguns artigos disponíveis na web.

 

A inteligência artificial é uma realidade inquestionável. A tecnologia tem apresentado um enorme avanço nessa área e a gente fica observando esse mar passando por nós, afogando tantos profissionais... Mas, será que um dia a máquina e os sistemas da informação substituirão a voz humana?

 

A tecnologia do Text-to-Speech (TTS), que vem sendo desenvolvida desde a década de 80, é uma técnica de sintetização da fala humana, que converte texto em linguagem falada. Ela é uma prova disso que estamos falando aqui neste post.

Um microcomputador Apricot, de 1984, o qual já possuía limitada capacidade de síntese de voz.

 

Em entrevista ao jornal Financial Review, o engenheiro Steve Wozniak, co-fundador da Apple com Steve Jobs, alertou que "os computadores estão caminhando para assumir o lugar de seres humanos, principalmente no quesito comunicação". Há de se concordar que o futuro é assustador para as pessoas que, de certa forma, têm sua voz como a principal ferramenta de trabalho.

 

Alguns especialistas em tecnologia proeminentes argumentam que os sistemas automatizados devem substituir o homem. Estas previsões a respeito da inteligência artificial são reais, mas será que estaremos aqui para ver o dia em que máquinas terão capacidade de substituir totalmente a mão de obra humana?

 

Na verdade, essa realidade inquietante levou dezenas de especialistas em inteligência artificial do mundo a assinarem uma carta aberta para incentivar os pesquisadores a focarem nos enormes benefícios potenciais da inteligência artificial, evitando suas possíveis armadilhas.

 

Além disso, um artigo de notícias da NBC intitulado Nove trabalhos que os seres humanos podem perder para robôs relatou que os robôs estão atualmente analisando documentos e estão desenvolvendo outras tarefas que antes eram desempenhadas exclusivamente por seres humanos. Estão inclusos nessa lista de profissionais “sugados” pela tecnologia os farmacêuticos, advogados, motoristas, astronautas, balconistas, soldados, babás, equipes de resgate e jornalistas.

 

Na indústria do entretenimento, filmes como Shrek, O Rei Leão, ou a série Toy Story contaram com uma técnica digital de animação sofisticada chamada popularmente como mocap (processo de gravação de movimento e transposição do movimento em um modelo digital).  Algumas indústrias, como os fabricantes de telefones celulares, têm usado vozes digitais para "falarem" com seus clientes ou usuários através dos atendentes virtuais que dão o direcionamento para o atendimento final. Esse mero detalhe, já representa a substituição de um profissional nesse primeiro contato. Em alguns casos, esses "robôs" já fazem o trabalho quase que por completo, ou seja, resta pouco ou nada a ser feito pelo atendente humano.

 

A realidade é assustadora, mas também há notícia boa: Rick Robinson, diretor de TI da Smart Data and Technology da Amey, uma das maiores empresas de serviços de engenharia e infraestrutura do Reino Unido, diz estar convencido de que a atual geração de inteligência artificial baseada em tecnologias digitais não recriará qualquer coisa capaz de compreender os valores dos indivíduos ou fazer julgamentos que necessitem do raciocínio humano.

 

Ele afirmou ainda que somos seres dotados de inteligência e que somos suficientemente capazes de tomar decisões com base em análises e critérios lógicos e, principalmente, com base no conhecimento adquirido ao longo da vida, o que chamamos de experiência.

 

Sendo assim, talvez possamos ter a certeza de que as invenções tecnológicas não podem substituir totalmente trabalhadores humanos; elas só podem nos complementar. Resumindo: Há três qualidades do homem que a tecnologia digital não pode substituir: experiência, valores e julgamento.

 

E sobre nós locutores – sejamos de rádio ou da publicidade, quanto tempo vai demorar antes que possamos ser engolidos pela inteligência artificial?

 

O que você pode dizer a respeito? Já teve alguma experiência com isso? Deixe o seu comentário!

__________________________________________________________________________________________

 

DICA: Veja AQUI um uso interessante do TTS com várias opções de idiomas e vozes. Copie e cole frases inteiras e perceba o potencial desta tecnologia.

 

 

 

 

 

Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square