Marca humanizada: por que locutores publicitários precisam se adequar?

Vez ou outra encontramos na TV, ou nas redes sociais, vídeos onde associamos os enredos às novas dinâmicas da comunicação das marcas. Ao prestarmos um pouco mais de atenção, veremos o quesito “humanização” muito presente, e na maioria das vezes, agindo como a principal estratégia para gerar aproximação com o consumidor/cliente. Outro detalhe que devemos levar em conta é o texto narrado em primeira pessoa, algo cada vez mais comum na publicidade. Aquela prática onde víamos o representante da empresa falando por todos já está caindo em desuso, mas de alguma forma isso foi o início desse processo de humanização das marcas. O que nós locutores publicitários temos a ver com isso? A resposta é: m

Como é mesmo que se fala? (Parte III)

Por incrível que pareça, um dos posts mais comentados em nossa fanpage são os posts onde passamos dicas da língua portuguesa. Não é à toa que já estamos entrando na terceira parte da série “Como é mesmo que se fala?” e vamos trazer desta vez os pequenos grandes deslizes na língua que ouvimos e lemos frequentemente, independentemente do grau de instrução da pessoa, é comum, vez ou outra, acontecer essa derrapagem na escrita e na pronúncia. Veja AQUI a parte I e AQUI a parte II da série “Como é mesmo que se fala?”. Como eu disse em um dos posts anteriores, em nossa área, da locução publicitária, quase sempre recebemos o texto pronto da agência, muitas vezes sem direcionamento sobre a pronúncia

7 dicas para você cuidar melhor da sua voz

Texto adaptado do artigo da Dory Rigopoulos - Voice Coach e Especialista em Voz A última coisa que um locutor publicitário quer, ou qualquer outro profissional que utilize a voz como sua principal ferramenta de trabalho, é ficar afônico ou ter outro tipo de problema com a voz. Já falamos AQUI no blog que as pregas vocais (conhecidas popularmente como cordas vocais) e os outros músculos da laringe são compostos por fibras musculares esqueléticas, por isso, como qualquer tipo de movimento físico, esses músculos precisam ser aquecidos para desempenhar um bom trabalho. E não é só isso, as pregas vocais precisam de muita atenção da nossa parte. Prevenir um problema na voz é muito mais fácil do qu

Demonstração de voz: 5 razões pelas quais ela pode ser menos vendável (e o que fazer)

Está começando na locução publicitária? A seguir veja cinco razões comuns que demonstrativos menos atraentes geralmente apresentam. 1. Quando você tenta imitar alguém Geralmente, quando estamos no comecinho da carreira, tentamos imitar alguém que admiramos. Até aí não há problema algum quando estamos treinando e fazendo algo caricato, mas quando você procura se profissionalizar é fundamental que trabalhe o seu talento e crie a sua própria marca vocal. SOLUÇÃO: Seja você mesmo. POR QUE? As produtoras/clientes procuram vozes autênticas, que pareçam mais do que nunca únicas e singulares. Nota: Se você não consegue gostar da sua voz, não se preocupe com isso - basta lembrar que de alguma forma v

Microfones: as melhores listas que você já viu e ouviu

Foto: Sweetwater Falamos em um texto anterior aqui no blog que o microfone profissional é uma das peças mais importantes em um home studio. Sua voz é o seu instrumento, mas sem um microfone decente você dificilmente vai passar todo o seu potencial para o áudio, uma vez que os microfones profissionais têm maior alcance dinâmico (superior a 90 dB sem distorção), permitindo-lhes capturar toda a gama de frequências que a voz humana produz. Home studio, acústica, equipamentos elétricos e eletrônicos… São várias as preocupações de um locutor publicitário que preza pela qualidade do áudio que entrega ao seu cliente, mas, certamente, nenhum outro equipamento é tão levado em conta quanto o microfone

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square