Please reload

Posts Recentes

15 erros de português: você certamente já cometeu algum deles

12 Apr 2016

 

 

Foto: Reprodução 

 

Com o passar do tempo eu fui ficando cada vez mais exigente, para não dizer mais chato. O problema é que a gente se habitua a isso e até gosta de ser exigente, com quase tudo. E quando o assunto é a escrita e conhecimentos da língua portuguesa - o que, em minha opinião, todo brasileiro deveria ser bom nisso, eu sou insuportavelmente mais exigente – e chato, principalmente por saber que ainda tenho muito a aprender.

Pois bem, nessa exigência e chatice toda, percebo que errar de vez em quando é super humano, mas, continuar no erro é falta de cuidado, de leitura e de curiosidade.

 

Curiosidade é o que não me falta. Antigamente, com o auxílio do Aurélio, era mais difícil descobrir se aquela palavra que a gente lia em algum lugar ou queria escrever estava correta ou não, mas agora com os corretores ortográficos nos alertando e com o Google para pesquisar ficou moleza demais. Erra quem quer.

Tenho dúvida sobre como devo escrever determinada palavra, ou como preciso inseri-la em uma frase? Corro lá no “pai dos burros high tech” e logo, muito logo – depende da conexão com a internet, é claro, ele me salva de uma possível cilada verbal ou nominal.

 

E esse post, muitos podem até pensar: mas o que um locutor publicitário quer aqui falando sobre língua portuguesa?

 

A resposta é: não quero muita coisa! Não tenho nenhuma formação acadêmica e nem um pingo de autoridade para falar e muito menos escrever sobre as formas corretas da escrita. A intenção é alertar pra que a gente se policie antes de escrever alguma palavra ou expressão e com isso cair nas armadilhas da ortografia e da gramática, por isso, para nos ajudar fui pesquisar no... no... Google! os erros mais comuns cometidos no meio corporativo. Confira:

 

15 palavras ou expressões que comumente são empregadas erradas:

 

1. A cores / em cores

 

Errado: A decisão sobre os folhetos serem a cores ou não será da diretoria
Certo: A decisão sobre os folhetos serem em cores ou não será da diretoria


Explicação: Se o correto é folhetos em preto em branco, o certo é dizer material em cores.

 

2. A longo prazo / em longo prazo

 

Errado: A longo prazo, serão necessárias inúmeras mudanças
Certo: Em longo prazo, serão necessárias inúmeras mudanças


Explicação: Usa-se a preposição “em” nas seguintes expressões: em longo prazo, em curto prazo e em médio prazo.

 

3. Adequa / adequada

 

Errado: A mesa não se adequa ao ambiente do escritório
Certo: A mesa não é adequada ao ambiente do escritório


Explicação: Adequar é um verbo defectivo, ou seja, que não se conjuga em todas as pessoas e tempos. No presente do indicativo são conjugadas apenas primeira e segunda pessoa do plural (nós adequamos, vós adequais). Na prática, esse verbo aparece mais frequentemente no infinitivo impessoal ou não-flexionado (“adequar”) e no particípio (“adequado”). Nas formas faltantes, utilize um sinônimo como adaptar, ajustar ou apropriar.

 

4. Agradecer pela / agradecer a

 

Errado: Agradecemos pela preferência
Certo: Agradecemos a preferência


Explicação: O certo é agradecer a alguém por alguma coisa.

 

5. Ao contrário / diferentemente

 

Errado: Ao contrário do que foi publicado, tivemos 28 produtos expostos, e não 20.
Certo: Diferentemente do que foi publicado, tivemos 28 produtos expostos, e não 20.


Explicação: 28 e 20 não são coisas contrárias. Portanto, o correto é usar “diferentemente”. 

 

6. Caiu em X% / caiu X%

 

Errado: Nosso volume de vendas caiu em 50%
Certo: Nosso volume de vendas caiu 50%


Explicação: O verbo cair, assim como aumentar e diminuir, não admite a preposição “em” neste caso.

 

7. Colocou / apresentou / expôs

 

Errado: Nosso diretor colocou muito bem à plateia as metas da empresa para este ano.
Certo: Nosso diretor apresentou (ou expôs) muito bem à plateia as metas da empresa para este ano.


Explicação: Não há propriedade no emprego de colocação por exposição ou apresentação. Somente podemos expor uma questão ou apresentar uma questão.

 

8. Criação de novos / criação de

 

Errado: A criação de novos produtos depende sempre da aprovação do departamento de engenharia.
Certo: A criação de produtos depende sempre da aprovação do departamento de engenharia.


Explicação: Cuidado com a redundância. Só é possível criarmos algo novo. Não é possível criar o velho.

 

9. Em mãos / em mão

 

Errado: Peça ao motorista que entregue o envelope em mãos
Certo: Peça ao motorista que entregue o envelope em mão


Explicação: Ninguém faz sapatos a mãos, nem fica em pés. O correto é em mão.

 

10. Independente / Independentemente

 

Errado: Independente da sua justificativa, tomaremos nossas providências.
Certo: Independentemente da sua justificativa, tomaremos nossas providências.


Explicação: Independente é um adjetivo e independentemente é advérbio. O enunciado acima exige advérbio.

 

11. Maiores informações / mais informações

 

Errado: Para maiores informações, ligue 0800-1000.
Certo: Para mais informações, ligue 0800-1000.


Explicação: Maior refere-se a tamanho e mais refere-se à intensidade, à quantidade.

 

12. Me informaram / Informaram-me

 

Errado: Me informaram que todas as minhas dúvidas serão esclarecidas.
Certo: Informaram-me de que todas as minhas dúvidas serão esclarecidas.


Explicação: Na língua portuguesa formal, não se inicia frase com pronome oblíquo (me, te, se, lhe/lhes, nos, nos, o/os, a/as)


13. No aguardo de / ao aguardo de

 

Errado: Ficarei no aguardo de providências.
Certo: Ficarei ao aguardo de providências.


Explicação: Ficamos sempre ao aguardo ou à espera de, nunca no aguardo de ninguém ou na espera de alguma coisa.

 

14. Pagou os fornecedores / pagou aos fornecedores

 

Errado: A empresa pagou os fornecedores em dia.
Certo: A empresa pagou aos fornecedores em dia.


Explicação: Paga-se alguma coisa, mas paga-se a alguém. Paguei o aluguel está correto, assim como paguei ao zelador.

 

15. São suficientes / é suficiente

 

Errado: Cento e cinquenta dólares são suficientes para as diárias no exterior.
Certo: Cento e cinquenta dólares é suficiente para as diárias no exterior.


Explicação: O verbo ser é invariável quando indicar quantidade, peso, medida ou preço.

 

 

Fonte consultada:

https://ww2.itau.com.br/hotsites/itau/carreira/revista/papo-carreira/revista-papo-carreira-66.html

Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square