Please reload

Posts Recentes

Você usa nomes de marcas em seus demonstrativos de voz? Veja três razões para você não fazer isso

31 Jan 2017

 

Quando se trata de gravar demonstrativos de voz, geralmente você pensa em fazer o spot valorizando a sua voz e o texto, certo? E alguns locutores publicitários para dar mais “credibilidade” ao demonstrativo acabam utilizando nomes de marcas poderosas para deixar o trabalho em alto nível, certo? Errado.


Minha opinião é que você não deve usar nomes de empresas famosas ao produzir os demonstrativos – com poucas ressalvas, claro. Veja os motivos:

1. Você não tem permissão


Talvez o primeiro e mais óbvio argumento contra o uso de nomes famosos seja este. Todos os scripts são protegidos por direitos autorais e seu uso é estritamente controlado. A não ser que você tenha a permissão, o que geralmente não é comum. Prefira escrever seu próprio texto. Que tal divulgar sua empresa e suas habilidades como o seu próprio produto/serviço a ser comprado?

 
2. Ele engana o ouvinte


E por "ouvinte" não estamos falando de sua tia, nem de seu vizinho. Estamos falando das agências e outros clientes em potencial. Em outras palavras, pessoas que podem contratar você.


Digamos que você realmente gravou (e foi pago) para produzir uma narração de vídeo da Nike, por exemplo, e daí você adiciona esse trabalho ao seu portfólio. Nada de errado com isso (contanto que a empresa lhe dê o direito de divulgar). Se em momento algum você fez esse tipo de serviço, não inclua no seu portfólio, isso gera o que chamamos de propaganda enganosa e você não vai querer se queimar à toa.


3. Não entrega seu real desempenho

 

O que seus clientes em potencial vão dizer de um demonstrativo onde você apenas lê o que já rolou pela mídia a fora – e de certo modo tende a copiar o estilo alheio? Certamente vai parecer extremamente de mau gosto e dificilmente vai entregar o que de melhor você pode apresentar. Agências e produtores ouvem a individualidade e a versatilidade. Não esqueça disso!

Por outro lado, não deixe de manter seu portfólio atualizado, independentemente do ramo e da fama do cliente, mas antes peça a autorização para divulgar o serviço prestado, mantendo sempre as características finais do trabalho: vídeo, voz, logomarcas, etc.

 

E você como apresenta os seus demonstrativos? Tem alguma dica, opinião? Deixe nos comentários. Até mais!

 

 

=====================================================================================

 

Quer receber newsletter mensal com os últimos posts? Na página inicial do blog tem um formulário disponível para você preencher com seu e-mail. Caso tenha alguma dificuldade, deixe seu e-mail aqui nos comentários ou envie inbox pela fanpage.

 

Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square