Locução para vídeos ganha ainda mais força com as mídias sociais




Você tem notado a quantidade de vídeos que passam pela timeline do seu Facebook diariamente? As imagens estão cada vez mais dando lugar e poder aos vídeos, que trazem quase sempre conteúdo interativo e na maioria, se você prestar atenção, tem um locutor por trás do texto.


Em tempos economicamente difíceis, muitas empresas estão apostando nas mídias sociais para dar visibilidade aos seus negócios, o que tem favorecido os profissionais da social media, assim como, é claro, alguns locutores.


Segundo o relatório “Visual Networking Index”, divulgado pela Cisco, o vídeo online será mais popular que Facebook ou Twitter em 2017. Eles representarão 69% do tráfego (em 2012, eram 57%). A previsão para 2019 é de 80%. A visualização desse tipo de mídia no mobile (smartphones e tablets) irá crescer 16 vezes em 2017, atingindo 66% do consumo.


Nesses vídeos o produto/serviço geralmente é apresentado ao público de forma didática e até lúdica, fazendo com que a mensagem seja passada de uma forma mais descontraída ou com mais seriedade, dependendo do público-alvo. Mas o que seria de um vídeo com uma ideia legal e conteúdo bacana sem uma boa voz fazendo parte do texto? Certamente não teria o mesmo impacto.


Os vídeos-marketing são tão indispensáveis ​​hoje quanto foram os anúncios das páginas amarelas há várias décadas. A dica é: se você ainda não fez nada do tipo, comece a pesquisar sobre o assunto e veja como tem crescido essa oferta, notadamente os vídeos do tipo animação, com personagens que são avatares.


FAÇA VOCÊ MESMO


Hoje, não é muito complicado fazer animação em vídeo. Há plataformas extremamente intuitivas onde não é necessário ter uma grande equipe para desenvolver o projeto, que também não exige muito conhecimento de computação gráfica para montar uma boa história. Muitas plataformas para montagem de vídeos estão online, disponibilizam teste free e para quem quiser fazer um upgrade para utilizar mais recursos o preço mensal é bem acessível.


Esse tipo de mídia caiu no gosto do público e das agências por terem um custo-benefício atrativo. E se você também for criativo, até pode arriscar fazer suas próprias montagens, agregando valor ao seu principal produto que é a sua voz.


O tempo pode até ser de crise, mas se buscarmos novos caminhos e nos reciclarmos, sempre, a tendência é estarmos cada vez mais inseridos nesse mercado da comunicação que anda a passos largos.


E você, o que pensa a respeito? Conta pra gente nos comentários.

Gostou? Compartilha!

Até mais!





Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square