Please reload

Posts Recentes

As singularidades da voz e a tecnologia voiceprint

13 Sep 2016

 

Cada vez mais nos deparamos com tecnologias que se utilizam de informações físicas pessoais únicas, assim como é a biometria automatizada. No Brasil, embora não pareça, a tecnologia existe desde o século 20 (conheça a História da Biometria aqui). Hoje a tecnologia para reconhecimento da digital biométrica já é largamente aplicada em transações bancárias, dispensando o uso do cartão magnético e senha; já faz parte do sistema de desbloqueio de celulares e de vários outros dispositivos tecnológicos, no entanto, se popularizou ao ser implantada no sistema eleitoral brasileiro. Nas eleições de 2010, mais de 1 milhão de eleitores tiveram sua identidade verificada com o uso da biometria.

 

A indústria tecnológica da biometria já tem seu espaço garantido. Agora é a vez da Voiceprint, que é um conjunto de características mensuráveis ​​de voz humana que identifica um indivíduo. Estas características, que são baseadas na configuração física da boca e garganta podem ser expressas como uma fórmula matemática. O termo aplica-se a uma amostra vocal gravada para esse efeito, a fórmula matemática e a sua representação gráfica. 

 

Os dados utilizados em um voiceprint formam um espectrograma do som

 

Como funciona?  

 

Uma representação visual da voz é criada em um computador. Este voiceprint capta a frequência de vibração (pitch), amplitude (volume) e o tempo da movimentação das pregas vocais de um indivíduo. Ele reconhece três tipos de sons: sons sonoros (vogais); sons sem voz ("sh"); e sons plosivos (Sons produzidos pelo bloqueio total e momentâneo da corrente de ar em algum lugar da boca. Exemplos: /p/, /t/, /k/. /b/, /d/ e /g/).

 

 

Representação visual da frase falada "I believe in kindness"  (Spectral Pitch Display

A beleza da voiceprint não é apenas em suas aplicações tecnológicas, mas também nas imagens criadas em cada amostra do espectrograma da voz.
 

 

O que faz uma impressão digital vocal ser única?

 

O que torna a sua voz única e ideal para autenticação e tecnologia de validação é a forma da cavidade vocal e a forma como a boca se move quando você fala. O som possui três características principais: tom, volume e timbre. O timbre faz com que cada voz seja única. As pregas vocais e a formação dos ressonadores desenvolvem um conjunto único de formantes vocais. Esses formantes são as frequências específicas adicionadas ou subtraídas da vibração que são finalmente responsáveis ​​pela singularidade de cada voz.

 

Mark Zuckerberg vem aí – se já não chegou!

 

Zuckerberg, o gigante do Facebook, depois de ver o super-herói Homem de Ferro usar e abusar destas tecnologias (ele sempre copiando ideias alheias – risos!), estabeleceu como meta para 2016 (será que já está valendo?) desenvolver um sistema semelhante ao software JARVIS, criado pelo personagem Tony Stark, que controla digitalmente seu lar e informações. Zuckerberg afirmou em nota, em seu perfil pessoal, que está estudando as atuais tecnologias de smart home, como o Amazon Echo, mas deverá criar algo personalizado para sua casa antes de lançar a ideia no mercado.

 

“Ensinarei o sistema para controlar via voz tudo em minha casa – música, luzes, temperatura e assim por diante. Ensinarei ele a liberar a entrada de amigos ao reconhecer seus rostos quando eles tocam a campainha”, explicou o CEO do Facebook.

 

Bom, não?!

 

A voz é verdadeiramente uma arte - é bela em todos os sentidos

Foto: Ask Not – John F. Kennedy

 

A implantação da tecnologia voiceprint é um passo ousado. Especialistas ao debaterem o assunto recomendam cautela e medidas de segurança para quem usa qualquer tipo de “chave tecnológica”, principalmente ao utilizar o recurso para abrir e fechar casa ou carros, para entrar com o usuário e senhas em computadores e telefones. Um detalhe vale ser destacado: ao contrário de chaves e senhas, suas características pessoais são extremamente difíceis de perder ou esquecer. E também muito difícil de copiar. Não é tão simples como James Bond ou Ethan Hunt demonstram ser.

 

E você já teve alguma experiência com voiceprint?
Compartilhe com a gente!!

Até mais!

 

 

 

 

 

Fonte consultada: http://www.voiceoverherald.com/the-wonders-of-voice-through-voiceprint-technology/

Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square